Política Nacional

CHEGA acusa governo de gestão desastrosa e espera investigação sobre “falhas do SIRESP”

CHEGA acusa governo de gestão desastrosa e espera investigação sobre “falhas do SIRESP”

O presidente do CHEGA criticou hoje o que considerou ser a gestão desastrosa do Governo nos incêndios e apelou a uma investigação sobre os problemas do sistema de comunicações SIRESP, tendo o Governo destacado o reforço do dispositivo.

Na intervenção inicial da interpelação requerida pelo seu partido sobre “as sucessivas falhas no combate aos incêndios”, André Ventura afirmou que o debate é justificado pelo “desastre que a gestão socialista imprimiu nos incêndios”.

Apontando que “Portugal teve este ano a maior percentagem de área ardida da Europa” e a “terceira maioria área ardida em termos absolutos em toda a Europa”, o líder do CHEGA defendeu que, “se em 2017 tudo falhou, em 2022 quase tudo falhou”.

Sobre o sistema de comunicações SIRESP, André Ventura afirmou que “não funcionou”, sustentando que em Leiria “os bombeiros foram obrigados a recorrer a sistemas de comunicações alternativos” e que em Palmela “a Proteção Civil voltou a falhar no auxílio”.

“Espero que a Procuradora-Geral da República lance a devida investigação sobre o que falhou no sistema SIRESP”, afirmou.

O deputado do CHEGA acusou também a secretária de Estado de ter ofendido os portugueses quando disse que os algoritmos indicaram que ardeu menos área do que era suposto, defendo a demissão da governante.

Ainda apontando ao Governo, o líder do CHEGA criticou por várias vezes na sua intervenção que o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, não tenha marcado presença no parlamento, estando o Governo representado pela secretária de Estado da Proteção Civil, Patrícia Gaspar.

Image

Economia

País & O Mundo

Cultura

Lifestyle

Folha Nacional