12 Junho, 2024

Kiev anuncia preparação de contraofensiva

© Facebook

A Ucrânia prepara uma contra ofensiva contra o Exército russo, anunciou o ministro da Defesa do governo de Kiev, Oleksi Reznikov, no dia em que se assinala um ano sobre a última campanha militar da Rússia contra território ucraniano.

“Vamos atacar com mais força, a maiores distâncias, no ar, na terra, no mar e no ciberespaço. Haverá a nossa contra ofensiva. Estamos a trabalhar arduamente para a preparar”, disse Reznikov numa mensagem publicada hoje na plataforma digital Facebook.

 A ofensiva militar lançada a 24 de fevereiro de 2022 pela Rússia na Ucrânia causou até agora a fuga de mais de 14 milhões de pessoas – 6,5 milhões de deslocados internos e mais de oito milhões para países europeus -, de acordo com os mais recentes dados da ONU, que classifica esta crise de refugiados como a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Neste momento, pelo menos 17,7 milhões de ucranianos precisam de ajuda humanitária e 9,3 milhões necessitam de ajuda alimentar e alojamento.

A invasão russa – justificada pelo Presidente russo, Vladimir Putin, com a necessidade de “desnazificar” e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia – foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que tem respondido com envio de armamento para a Ucrânia e imposição à Rússia de sanções políticas e económicas.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados