22 Abril, 2024

“Rui Nabeiro não é só um exemplo de empresário, é também um exemplo de homem e de português”, diz André Ventura

©Grupo Nabeiro

O presidente do CHEGA, André Ventura, reagiu à morte de Rui Nabeiro, deixando uma palavra, em nome de todos os militantes e dirigentes do partido, de solidariedade e de condolências à família de Rui Nabeiro.

André Ventura sublinhou que a “importância [de Rui Nabeiro] é incontornável na história e na economia portuguesa”, representando “uma marca de força, de ambição e de olhar para o lado, para o outro”.

O presidente do CHEGA lembrou que o “homem que, vindo do nada construiu um império, lidera o mercado em Portugal e é hoje uma das marcas enormes em expansão no mercado internacional”,  ao mesmo tempo que foi “um exemplo extraordinário para os portugueses”.

“Rui Nabeiro não é só um exemplo de empresário, é também um exemplo de homem e de português. Porque ser português e ser solidário é parte desta mesma alma lusitana, esta alma lusitana que Rui Nabeiro personificava tão bem”, acrescentou.

“A todos os familiares, amigos e a todos os que o acompanharam de perto toda a vida, deixamos os nossos sentimentos e as sinceras esperanças de que o seu nome permaneça para sempre na nossa memória e seja para todos nós um símbolo de força e ambição”, finalizou André Ventura.

Recorde-se que Rui Nabeiro, fundador do Grupo Nabeiro- Delta Cafés, morreu no passado dia 19 de março no Hospital da Luz, onde se encontrava hospitalizado, devido a problemas respiratórios.

Folha Nacional

Folha Nacional

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados