21 Fevereiro, 2024

CHEGA em Viseu critica a desertificação do interior

A deputada do CHEGA na Assembleia Municipal de Viseu critica duramente a decisão de deslocar o Centro de Estudos Judiciários para Vila do Conde quando, inicialmente, estava prevista a sua instalação em Viseu. “Mais uma vez, os socialistas castigam os beirões levando mais um organismo público para uma autarquia do PS”, refere Amélia Soares. A deputada municipal critica o facto de, ao promover a instalação do Centro de Estudos Judiciários numa zona do litoral, se continua a “promover a desertificação do interior, tal como tem sido hábito”. Amélia Soares lembra que também a instalação da Faculdade de Medicina havia estado prevista para Viseu, mas acabou por migrar para a Covilhã, “tal como a universidade pública é uma miragem de décadas, tal como a substituição do IP3 por autoestrada foi maliciosamente maquilhada pelo primeiro-ministro num alargamento do traçados”. A deputada municipal refere ainda a situação é semelhante no que à ferrovia diz respeito: “Quanto a comboios, nem vê-los”.

Folha Nacional

Folha Nacional

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados