21 Maio, 2024

Manifestação promovida pelo Bloco de Esquerda termina em violência

©D.R.

Decorreu no passado sábado, dia 1 de abril, em Lisboa, a manifestação “Casa para Viver”, que visava protestar contra o aumento das rendas e dos preços das casas no centro das grandes cidades, tendo sido amplamente divulgada e promovida pelo Bloco de Esquerda e pelo Partido Comunista Português.

A manifestação juntou diversos grupos de extrema-esquerda anarquista e acabou com cenas de violência, com ataques à polícia, acabando por resultar no ferimento de dois polícias e na detenção de duas pessoas.

Os atos de vandalismo foram vários e tomaram diversas formas, contra montras de lojas, muitas delas propriedade de imigrantes, caixas multibanco, sendo que as próprias motas da PSP foram grafitadas com insultos à polícia e símbolos anarquistas.

O incitamento à violência era visível em boa parte dos cartazes empunhados pelos manifestantes, não deixando dúvidas ao que vinham: “Morte aos senhorios! Estamos fartos!” ou “Eat the Rich” (comam os ricos) e as palavras de ordem anarquistas e anticapitalistas eram audíveis.

Os confrontos com a polícia foram apenas o corolário de insultos, atos de vandalismo e ameaças contra as forças da ordem, que acabaram por não ter alternativa, a não ser responder com firmeza às investidas dos desordeiros.

Folha Nacional

Folha Nacional

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados