14 Julho, 2024

Circulação na linha Azul do Metro de Lisboa suspensa nos próximos dias

© Folha Nacional

A circulação na linha Azul do Metropolitano de Lisboa vai estar interrompida entre hoje e a próxima segunda-feira, devido à instalação do novo sistema de sinalização e controlo de comboios, havendo um reforço de carreiras da Carris.

Em comunicado, a transportadora explica que a circulação nesta linha, entre Santa Apolónia e Reboleira (Amadora), será retomada às 06:30 de terça-feira, dia 11 de abril.

Entre as 15:00 e as 23:00 de hoje, o Metro de Lisboa vai disponibilizar “autocarros ‘vai e vem’ entre o Campo Grande e o Estádio da Luz”, devidamente identificados, devido ao jogo de futebol entre o Sport Lisboa e Benfica e o Futebol Clube do Porto.

Estes veículos farão os trajetos entre o Campo Grande (junto ao edifício da NOS) e a Estrada da Luz (junto ao viaduto da 2.ª Circular), sendo aceites os passes válidos na rede de metro.

A interrupção da circulação na linha Azul deve-se à realização de um conjunto de intervenções planeadas que se destinam à instalação de um novo sistema de sinalização e controlo de comboios denominado Communications-Based Train Control (CBTC).

Durante este período, a empresa recomenda a utilização de transporte alternativo à superfície, com a rodoviária Carris a reforçar o serviço nas carreiras 726, 746, 759 e 767.

Serão reforçados os seguintes percursos, em ambos os sentidos: Sapadores – Pontinha (centro) na carreira 726; Marquês de Pombal – Estação Damaia na carreira 746; Restauradores – Estação Oriente na 759; e Reboleira (Metro) – Campo Mártires da Pátria na 767.

Segundo uma nota da Carris, existem ainda outras carreiras que poderão servir de alternativa, nomeadamente a 701, 716, 728, 729, 732, 735, 744, 754, 768, 778, 55B, 58B, 781, 782 e 794.

De acordo com o Metropolitano, também o serviço da CP – Comboios de Portugal poderá constituir uma opção através das linhas de Sintra e de Cintura, nas ligações entre Sintra e o Rossio e entre Sintra e Oriente, respetivamente.

Através do comboio da Fertagus, os clientes que pretendem chegar a Lisboa a partir da margem sul do Tejo poderão utilizar as estações Entrecampos e Roma-Areeiro para ter acesso a outros pontos da cidade através das linhas Amarela e Verde do Metro de Lisboa.

A Carris Metropolitana tem também ligações que fazem correspondência com algumas estações da CP, nas linhas de Sintra e Cascais, fazendo a correspondência a outros pontos da cidade.

O novo sistema de sinalização CBTC integra o projeto de modernização do Metropolitano de Lisboa e será alargado às linhas Amarela e Verde, de forma “a permitir melhorar a regulação do tráfego e, consequentemente, permitir melhorar a oferta e a qualidade do serviço prestado ao cliente”.

O projeto de modernização prevê um investimento de 114,5 milhões de euros na sinalização das três linhas e inclui a aquisição de 14 novas unidades triplas (41 carruagens), estando também prevista a adaptação de 70 unidades triplas ao novo sistema CBTC.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados