22 Abril, 2024

Rússia ameaça Coreia do Sul sobre envio de armas a Kiev

© twitter.com/MedvedevRussiaE

O vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitri Medvedev, advertiu hoje a Coreia do Sul sobre o envio de armas para a Ucrânia, ameaçando enviar armamento para a Coreia do Norte.

“Mais pessoas apareceram dispostas a ajudar os nossos inimigos. O Presidente sul-coreano, Yoon Suk-yeol, declarou que o seu país estaria disposto a fornecer armas ao regime de Kiev”, declarou o ex-Presidente russo (2008-2012) na rede social Telegram.

Medvedev observou que, até recentemente, Seul descartava completamente a possibilidade de enviar armas letais para a Ucrânia.

“Eu pergunto-me o que o povo daquele país dirá quando vir as mais recentes armas russas no território do seu vizinho e nosso parceiro, a Coreia do Norte”, declarou Medvedev, antes de acrescentar que se trata de um “quid pro quo”.

Horas depois, o Kremlin também comentou o possível envio de armas sul-coreanas para a Ucrânia, garantindo que é apenas uma continuação da posição hostil de Seul.

“Estão a tentar arrastar cada vez mais países para este conflito”, disse o porta-voz da Presidência russa, Dmitri Peskov.

O Presidente sul-coreano sugeriu na terça-feira que o seu país poderia mudar a atual política de não fornecer armamento letal a países em guerra.

“Se houver uma situação que a comunidade internacional não possa tolerar, como ataques em larga escala contra civis, massacres ou violações graves das leis da guerra, para nós poderá ser difícil continuar a enviar só apoio humanitário ou financeiro”, declarou Yoon.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados