18 Maio, 2024

Grupos de peregrinos de 30 países inscritos no Santuário de Fátima para cerimónias de hoje e sábado

© Fátima

Mais de 130 grupos organizados de peregrinos, de 30 países, estão já inscritos nos serviços do Santuário de Fátima para as cerimónias da Peregrinação Internacional Aniversária de 12 e 13 de maio, que começam na noite de hoje.

Segundo os serviços do Santuário de Fátima, além de Portugal, Itália é o país com mais grupos organizados registados. Até ao início da peregrinação são esperadas mais inscrições, admitindo-se, também, que muitos grupos organizados participem na peregrinação sem que efetuem a sua inscrição junto dos serviços do santuário.

Entretanto, hoje de manhã, nos parques de estacionamento em torno do santuário e nas estradas que conduzem à Cova da Iria é já muito o movimento, fazendo recordar o afluxo de peregrinos antes dos anos da pandemia de covid-19.

As cerimónias, que assinalam o 106.º aniversário das aparições na Cova da Iria, vão registar, segundo as autoridades, um número de peregrinos ao nível do que se registava antes da pandemia de covid-19. Na quinta-feira, a GNR apontou para uma afluência nos dois dias de peregrinação de entre 250 a 300 mil fiéis.

A peregrinação é presidida pelo secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, que já presidira a uma peregrinação em Fátima em outubro de 2016, meses antes da presença naquele santuário do Papa Francisco, para as comemorações do 100.º aniversário das aparições, em maio de 2017, quando canonizou os videntes Francisco e Jacinta Marto.

A presença, hoje e sábado, de Parolin em Fátima acontecerá também poucos meses antes de nova presença do Papa a Portugal, para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), agendada para agosto.

Pietro Parolin é cardeal desde 12 de janeiro de 2014, tendo recebido a ordenação episcopal das mãos do Papa Bento XVI, em 12 de setembro de 2009, tendo sido nomeado em 31 de agosto de 2013, pelo Papa Francisco, secretário de Estado do Vaticano.

A peregrinação, cujo tema está ligado ao tema proposto pelo Papa Francisco para a JMJ – “Maria levantou-se e partiu apressadamente” – segue o programa habitual, com início hoje, às 21:30, com o terço, seguindo-se a procissão das velas e a celebração da palavra, no altar do recinto.

Antes de se iniciar o terço, os símbolos da JMJ – a cruz peregrina e o ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani – descerão até à Capelinha desde o topo norte do recinto e permanecerão no Santuário até ao final da missa internacional, no sábado.

Durante a madrugada de sábado, os símbolos estarão na vigília jovem na Basílica de Nossa Senhora do Rosário e, às 02:00, acompanharão a Via-sacra jovem no caminho dos Pastorinhos até ao Calvário Húngaro.

A Peregrinação Internacional Aniversária de maio prossegue no sábado, com a procissão eucarística no recinto de oração às 07:00, seguida do terço às 09:00 e a missa internacional às 10:00.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados