12 Junho, 2024

GNR reforça patrulhamento e fiscalização nas explorações agrícolas e florestais

©D.R.

A GNR reforça a partir de hoje o patrulhamento e a fiscalização nas explorações agrícolas e florestais com o objetivo de prevenir possíveis situações de tráfico de seres humanos e roubos e para promover a utilização segura de veículos.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana (GNR) adianta que a operação “Campo Seguro 2023”, que termina em 31 de dezembro, visa intensificar o patrulhamento, fiscalização e sensibilização, nas explorações agrícolas e florestais em todo o território nacional, para prevenir a criminalidade em geral e os furtos em particular, bem como possíveis situações de tráfico de seres humanos”.

A GNR pretende também sensibilizar a população em geral e a rural em particular para a adoção de comportamentos com vista à prevenção de situações de furto de produtos agrícolas, cobre e outros metais não preciosos e a utilização segura de veículos agrícolas e florestais.

A GNR lembra que no ano passado, foram registados 561 acidentes envolvendo veículos agrícolas, 47 mortos e 64 feridos graves.

“Serão desencadeadas ações de sensibilização dirigidas aos utilizadores de tratores e máquinas agrícolas, com o objetivo de fazer cumprir as regras de segurança e prevenir a ocorrência de acidentes na manobra de veículos/máquinas agrícolas e florestais”, refere a GNR.

Na nota, a guarda aconselha os utilizadores a não descurar a manutenção do veículo, a usar acessórios de iluminação e sinalização, de acordo com a lei, a frequentar ações de formação teóricas e práticas, e não conduzir sob o efeito do álcool, fadiga ou velocidade não adequada às condições do veículo e à carga transportada.

A GNR lembra ainda que as estruturas de proteção, como o arco de “Santo António”, podem evitar a morte do condutor ou reduzir a gravidade dos ferimentos.

No âmbito da operação vão estar empenhados militares de várias valências da GNR, nomeadamente, dos Comandos Territoriais, do Serviço de Proteção da Natureza e Ambiente, da Unidade de Segurança e Honras de Estado e da Unidade de Ação Fiscal.

Segundo a guarda, serão igualmente efetuadas ações de controlo e fiscalização do transporte de produtos agrícolas e florestais nos pontos de passagem da fronteira terrestre, em coordenação com a Guardia Civil espanhola.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados