16 Junho, 2024

Adesão à greve de médicos dos Açores, Alentejo e Algarve em 85%, segundo o SIM

© D.R.

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) avançou hoje que, segundo “indicações muito iniciais”, a adesão à greve destes profissionais nos Açores, Alentejo e Algarve, que teve início às 00:00, é de cerca de 85%.

“As indicações que temos muito iniciais é que [a adesão] será acima dos 85%”, disse o secretário-geral do SIM, Jorge Roque da Cunha”, num primeiro ponto de situação feito esta manhã junto ao Hospital de Faro.

Médicos que exercem funções nos Açores, Alentejo e Algarve iniciam hoje uma greve de dois dias convocada pelo SIM para exigir do Governo uma resposta efetiva ao caderno reivindicativo sindical.

Jorge Roque da Cunha adiantou ainda que o único bloco operatório que está a funcionar é de médicos prestadores de serviço, que se encontra em Faro.

Os sindicatos representativos dos médicos e o Governo concluíram em 10 de agosto uma quinta reunião negocial extraordinária, em Lisboa, sem chegar a acordo sobre a revisão da grelha salarial, principal item do caderno reivindicativo apresentado à mesa das negociações, iniciadas em 2022, estando agendada uma nova reunião negocial para 11 de setembro.

Durante agosto e setembro, o Sindicato Independente dos Médicos tem agendadas greves noutras regiões do país.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados