16 Junho, 2024

Fogo em Ponte de Lima mobiliza 93 operacionais e um meio aéreo

© DR

Um incêndio que deflagrou no sábado à noite numa zona de mato em Correlhã, Ponte de Lima, está a ser combatido por 93 operacionais, estando os trabalhos a decorrer “favoravelmente”, disse o comandante das operações no local.

Em declarações à agência Lusa, o comandante dos Bombeiros de Ponte de Lima, Carlos Lima, que coordena as operações no terreno, explicou que o incêndio começou no sábado à noite “em vários focos”, que depois “se juntaram todos num grande incêndio”, e tem agora “só uma fonte ativa”.

“O fogo teve origem em vários focos. Começou na freguesia da Correlhã, passou à de Seara e também à freguesia de Facha”, explicou o responsáve, adiantando que o fogo está ativo “na meia encosta”, pelo que não ameaça habitações.

Pelas 11:00 o incêndio estava a ser combatido por 93 operacionais, apoiados por 27 viaturas terrestres e um meio aéreo de Arcos de Valdevez.

O comandante adiantou ainda que, no momento, “não há vento, mas uma humidade relativa e começam a sentir-se chuviscos”, salientando que a mudança das condições meteorológicas “pode vir a dar uma ajuda no combate” ao fogo, nomeadamente a chuva.

No local encontram-se corporações de bombeiros de Ponte de Lima, Caminha, Ponte da Barca, Vila Praia de Âncora, Monção, Ponte da Barca e Paredes de Coura.

De acordo com o ‘site’ da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, o alerta para o incêndio foi dado pelas 21:17 de sábado, tendo sido combatido durante toda a noite.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados