22 Fevereiro, 2024

Pedro Penim continua como diretor artístico do Teatro D. Maria II após vencer concurso

O encenador, ator e dramaturgo Pedro Penim vai continuar como diretor artístico do Teatro Nacional Dona Maria (TNDM) II, foi hoje anunciado, tendo o júri do concurso destacado a “solidez da sua proposta conceptual e programática”.

© D.R.

Pedro Penim, que exercia as funções de diretor artístico do teatro desde 2021, sucedendo a Tiago Rodrigues, foi escolhido para o cargo após concurso aberto a 19 de outubro, tendo sido designado para um mandato de quatro anos, com início a 01 de janeiro de 2024 e termo a 31 de dezembro de 2027.

Em comunicado hoje divulgado pelo Ministério da Cultura, o júri prevê uma “continuidade nos vetores de orientação do seu primeiro mandato como diretor artístico do TNDM II”, sublinhando que este “acrescenta densidade ao trabalho que vem desenvolvendo, comprometido com a promoção da excelência artística, a diversidade estética, o alargamento de públicos, a acessibilidade, a visibilização de grupos sub-representados e o aprofundamento da coesão territorial pela cultura”.

O júri, dirigido pelo presidente do conselho de administração do TNDM, Rui Catarino, foi composto também por Sofia Campos, Fátima Alçada, Gisela Casimiro e Serge Rangoni, e evidenciou também a “relevante experiência profissional de Pedro Penim em funções de direção artística, conjugada com o seu notável percurso enquanto criador teatral e conhecimento profundo do ecossistema cultural” como fatores importantes na decisão.

De acordo com a nota, foram apresentadas cinco candidaturas, sendo que duas passaram à fase final, e as entrevistas ocorreram no passado dia 05 de dezembro.

Segundo o Ministério da Cultura, este é o segundo concurso para as direções artísticas dos teatros nacionais em 2023, após o concurso para a direção artística do Teatro Nacional de São Carlos, concluído em junho.

Pedro Penim é licenciado em teatro pela Escola Superior de Teatro e Cinema, com mestrado em Gestão Cultural pelo ISCTE, tendo fundado em 1995 o coletivo Teatro Praga, sendo também fundador do espaço cultural Rua das Gaivotas6, em Lisboa, projeto que acolhe criações de novos artistas.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados