15 Abril, 2024

Aviões militares dos EUA lançam de paraquedas cerca de 38.000 refeições em Gaza

Aviões militares norte-americanos ‘C-130’ lançaram hoje, de paraquedas, cerca de 38.000 refeições sobre Gaza, naquela que é a primeira leva de ajuda humanitária de emergência autorizada pelo Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, indicaram fontes oficiais.

© D.R.

A ajuda alimentar, lembraram as fontes, chega a Gaza dois dias após mais de 110 palestinianos terem sido mortos pelo exército israelita enquanto abordavam camiões com ajuda humanitária.

Três aviões da Central das Forças Aéreas lançaram 66 pacotes contendo cerca de 38.000 refeições em Gaza, de acordo com dois dos oficiais, que falaram sob condição de anonimato antes de um anúncio público.

Espera-se que o lançamento aéreo seja o primeiro de muitos anunciados na sexta-feira por Biden. A ajuda será coordenada com a Jordânia, que também realizou lançamentos aéreos para entregar alimentos a Gaza.

Pelo menos 115 palestinianos foram mortos e centenas de outros ficaram feridos no ataque de quinta-feira, enquanto lutavam por ajuda, disse o Ministério da Saúde em Gaza, governada pelo Hamas.

Israel diz que muitos dos mortos foram vítimas de uma multidão que criou um clima caótico na procura de ajuda alimentar, ao mesmo tempo que as tropas dispararam tiros de advertência depois de muitos se terem aproximado das posições militares israelitas de forma ameaçadora.

Sexta-feira, o porta-voz de segurança nacional da Casa Branca, John Kirby, disse que os lançamentos aéreos estavam na fase de planeamento para entregar assistência humanitária de emergência de forma segura às pessoas no local.

O avião de carga ‘C-130’ é uma aeronave frequentemente utilizada para entregar ajuda em locais remotos devido à capacidade de pousar em ambientes austeros e capacidade de carga.

Um ‘C-130’ pode transportar até 19 toneladas de carga.

As tripulações são bem conhecedoras da forma como montar a carga, que às vezes pode incluir até veículos, em paletes enormes que podem ser largados, com paraquedas, com segurança na parte traseira da aeronave.

Os ‘loadmasters’ da Força Aérea prendem os pacotes em paletes com redes que são preparadas para serem libertadas a partir da parte traseira de um ‘C-130’ com um paraquedas quando a aeronave atinge a zona de entrega pretendida.

O ‘C-130’ da Força Aérea norte-americana tem sido usado nos últimos anos para lançamento aéreo humanitário no Afeganistão, Iraque, Haiti e outros locais.

Desde que a guerra entre Israel e o Hamas começou, a 07 de Outubro, as tropas israelitas proibiu a entrada de alimentos, água, medicamentos e outros fornecimentos, exceto uma pequena quantidade de ajuda que chega ao sul, vinda do Egito, na passagem fronteiriça de Rafah e na de Kerem Shalom, em Israel.

As Nações Unidas afirmam que um quarto dos 2,3 milhões de habitantes de Gaza está a enfrentar a fome.

As autoridades humanitárias disseram que os lançamentos aéreos não são um meio eficiente de distribuição de ajuda e são apenas uma medida de último recurso.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados