23 Maio, 2024

Papa diz que jovens têm de desligar o telemóvel e encontrar pessoas

O Papa Francisco apelou hoje aos jovens que “deixem o telemóvel” e “procurem pessoas” para não se tornarem “profissionais compulsivos da digitação”, durante um evento com jovens na cidade de Veneza, em Itália.

© D.R.

“Eu digo-lhes: não se isolem, procurem os outros, experimentem Deus juntos, sigam caminhos de grupo sem se cansar. Vocês poderiam dizer: ‘Mas ao meu redor todos estão no telemóvel, colados nas redes sociais e nos videojogos’”, declarou o Papa.

“Vão sem medo contra a corrente: tomem a vida nas suas mãos, coloquem-se no jogo, desliguem a televisão e abra o Evangelho. Isso é demais, é? Deixem o telemóvel e conheçam pessoas”, disse.

O Papa manteve esse encontro com os jovens venezianos às portas da Basílica de Santa Maria da Saúde, onde chegou de barco a motor depois de visitar a prisão feminina de Giudecca, nesta viagem a Veneza de apenas cinco horas.

Francisco explicou aos jovens que o telemóvel “é muito útil para comunicar”, mas pediu que tenham cuidado quando “os impede de encontrar pessoas”.

“Use o telemóvel, ok, mas encontre pessoas. Saiba o que é um abraço, um beijo, um aperto de mão, as pessoas. Não se esqueça disso, use o telefone, mas encontre pessoas”, recomendou.

Porque, segundo o Papa, “a vida exige ser doada, não gerida, sair do mundo hipnótico dos videojogos (…) que anestesia a alma”.

“Jovens, não sejam profissionais compulsivos da digitação, mas sim criadores de novidades”, afirmou.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados