22 Junho, 2024

“A Europa já não é um continente de paz”

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, considerou hoje que a Europa deixou de ser um continente pacífico com a guerra da Rússia contra a Ucrânia, num discurso no parlamento francês, em Paris.

© Facebook de Volodymyr Zelensky

 

“Estamos a viver numa época em que a Europa já não é um continente de paz”, disse Zelensky aos deputados da Assembleia Nacional, citado pela agência francesa AFP.

Zelensky disse que a invasão russa da Ucrânia, em fevereiro de 2022, trouxe “o nazismo (…) de volta à Europa”.

Referiu que há cidades e aldeias a ser destruídas e que estão a aparecer novamente na Europa “os campos de filtragem, as deportações e o ódio”.

“Há quem procure dividir a Europa. Dizem que este ou aquele povo não merece existir”, afirmou, numa alusão ao regime russo do Presidente Vladimir Putin.

A Rússia invadiu a Ucrânia para “desmilitarizar e desnazificar” o país vizinho, que foi um república soviética até se tornar independente em 1991, com o colapso da União Soviética.

“Este regime russo não tem limites. A Europa já não é suficiente para ele”, disse Zelensky, citado pelo jornal francês Le Monde.

Zelensky alertou de novo que a Rússia, em sua opinião, não se ficará pela Ucrânia.

“Hoje, é a Ucrânia que está a ser visada, mas, amanhã, poderão ser outros países. Já estamos a ver como esta agressão pode evoluir. Os Estados Bálticos, a Polónia, os Balcãs, entre outros”, afirmou.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados