22 Julho, 2024

Pescador mordido por tubarão-azul ao largo de Vila do Conde

©D.R.

A Marinha Portuguesa resgatou na quarta-feira, a 167 quilómetros da costa de Vila do Conde, um pescador mordido por um tubarão-azul que foi encaminhado para o Hospital de São João, no Porto, onde hoje se encontra “estável”.

O homem, de 35 anos e nacionalidade indonésia, estava a bordo da embarcação de pesca “Vila do Infante”.

Em comunicado, a Marinha revela hoje que o homem “se encontrava com uma abundante perda de sangue” e teve de ser resgatado de helicóptero “a cerca de 90 milhas náuticas, o equivalente a cerca de 167 quilómetros, a oeste de Vila do Conde”, no distrito do Porto.

“A embarcação de pesca efetuou um pedido de auxílio, pelas 19:32 [de quarta-feira], por chamada telefónica, relatando que havia um tripulante a bordo que tinha sido mordido por um tubarão-azul e que se encontrava com uma abundante perda de sangue. De imediato foi informado o CODUMAR que efetuou a avaliação do estado da vítima, considerando a situação como um resgate médico urgente”, lê-se no comunicado publicado hoje no ‘site’ da Marinha Portuguesa.

De acordo com a Marinha, “tratando-se de um resgate médico urgente, foi empenhada a aeronave EH-101 da Força Aérea Portuguesa para efetuar o resgate e o transporte até ao Aeroporto de Sá Carneiro, tendo aterrado no mesmo pelas 23:29”.

À Lusa, fonte do Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) indicou que o pescador está no Serviço de Medicina Intensiva “em estado considerado estável”.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados