22 Fevereiro, 2024

Braga vai ser capital das cidades criativas da UNESCO em julho

Braga é cidade criativa no campo das Media Arts, uma distinção que Barcelos tem no artesanato, Santa Maria da Feira na Gastronomia e Amarante na Música.

© D.R.

A conferência anual das cidades criativas da UNESCO vai decorrer em Portugal de 1 a 5 de julho de 2024, e terá epicentro em Braga, sob o tema “Trazer a Juventude para a Mesa Global”, anunciou esta segunda-feira a autarquia.

O evento será organizado pela Câmara de Braga, em parceria com Barcelos, Amarante e Santa Maria da Feira, os municípios do norte integrados na rede de cidades criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

O protocolo para a organização da conferência foi assinado esta segunda-feira pelos quatros municípios, na Câmara de Braga.

O encontro terá eventos nos quatro municípios, entre reuniões setoriais e manifestações culturais.

O objetivo, disse o presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, é divulgar a realidade artística e cultural de cada um dos territórios.

Nesse sentido, além das sessões institucionais, com reuniões divididas por “clusters”, adiantou Ricardo Rio, haverá segmentos para a comunidade, envolvendo os agentes culturais locais.

O programa vai agora ser elaborado e será anunciado posteriormente.

Braga é cidade criativa no campo das Media Arts, uma distinção que Barcelos tem no artesanato, Santa Maria da Feira na Gastronomia e Amarante na Música.

Em Portugal, fazem também parte da rede de cidades criativas da UNESCO Idanha-a-Nova e Leiria, ambas na Música, Óbidos (Vila Literária), na Literatura, Caldas da Rainha, em Artesanato e Artes Populares, e Covilhã, cidade criativa do Design.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados