19 Abril, 2024

Rússia alerta para a possibilidade de ataque nuclear preventivo

© D.R.

O vice-presidente do Conselho de Segurança russo, Dmitri Medvedev, alertou que a Rússia lançará um ataque nuclear preventivo na Ucrânia se os ucranianos receberem armas nucleares dos seus aliados.

“Há leis inexoráveis na guerra. Se houver [o fornecimento à Ucrânia de] armas nucleares, um ataque preventivo terá de ser lançado”, declarou Medvedev, citado hoje pela agência oficial russa TASS, durante uma visita ao Vietname.

Medvedev acrescentou que os países da NATO estão a expandir os tipos de armas que estão a enviar para a Ucrânia e que “o regime de Kiev provavelmente receberá caças (F-16)” e “talvez armas nucleares”.

“Mas, isso significa que mísseis com cargas nucleares cairão” sobre os ucranianos, disse Medvedev, Presidente da Rússia entre 2008 e 2012 e atual líder do Rússia Unida, o partido político ligado ao Kremlin.

As declarações de Medvedev acontecem após o Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, ter anunciado na quinta-feira o início da transferência de armas nucleares táticas russas para o seu território.

O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, enfatizou que a transferência de armas nucleares táticas na Bielorrússia não significa que serão entregues ao país aliado.

“A Rússia não está a entregar armas nucleares para a República da Bielorrússia. O controlo sobre estas armas e a decisão de usá-las permanece do lado russo”, enfatizou Shoigu.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados