24 Abril, 2024

Diogo Ribeiro conquista prata nos 50 metros mariposa nos Mundiais de natação

© Facebook/comiteolimpicoportugal

O nadador português Diogo Ribeiro, de 18 anos, conquistou hoje a prata nos 50 metros mariposa do Campeonato do Mundo de Fukuoka, no Japão, dando a primeira medalha a Portugal em Mundiais.

O feito histórico do jovem, recordista mundial júnior da distância, foi conseguido com um tempo de 22,80 segundos, novo recorde nacional, atrás do italiano Thomas Ceccon (22,68) e à frente do francês Maxime Grousset (22,82).

O atleta do Benfica, que se estreia em Mundiais sénior e consegue logo um feito histórico, deu a primeira medalha a Portugal, melhorando o quinto lugar de Alexandre Yokochi nos 200 metros bruços em Madrid1986, sendo que Ana Barros, oitava nos 50 costas em Perth1991, tinha sido a outra finalista lusa em Mundiais.

Esta é a segunda medalha de Diogo Ribeiro em competições seniores, depois de ter sido terceiro nos Europeus de 2022, em Roma, na mesma distância.

O atleta português perante o entusiasmo quase que não consegue verbalizar o seu contentamento, mas afirma que esta medalha “vai para Portugal”.

Entre os outros portugueses hoje em competição, João Costa garantiu um lugar nos Jogos Olímpicos Paris2024, ao bater o recorde nacional dos 100 metros costas nas eliminatórias, com a marca de 53,71, melhorando o anterior máximo português (53,87), que já lhe pertencia.

Nas meias-finais, o nadador do Vitória de Guimarães obteve o 16.º tempo, cronometrando 54,30, a 2,14 do mais rápido, o italiano Thomas Ceccon, que pouco depois de sagrou campeão mundial dos 50 mariposa, na final em que o português Diogo Ribeiro conseguiu a prata.

Camila Rebelo, que também já tem mínimos olímpicos nos 200 metros costas, fez o 24.º tempo, entre 61 nadadoras inscritas, nas eliminatórias dos 100 metros costas, com 1.01,27 minutos, e ficou fora as meias-finais.

Nas eliminatórias dos 100 metros bruços, Ana Pinho Rodrigues terminou com 1.09,97 minutos, conseguindo o 37.º tempo entre 57 nadadoras inscritas.

Nos 1.500 livres, Tamila Holub terminou a sua série com nas eliminatórias com 16.30,39 minutos, conseguindo o 20.º tempo, enquanto Diana Durães cronometrou 17.05,18, conseguindo a 28.º marca, numa distância em que a qualificação para a final fechou nos 16.01,95.

Na terça-feira, não haverá portugueses em competição nas competições da natação pura dos Mundiais de desportos aquáticos, que terminam em 30 de julho.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados