17 Julho, 2024

É hora do Povo se emancipar!

Depois de mais uma das habituais “trapalhadas” socialistas, a que já nos habituámos, cá vamos de novo a eleições.

Escândalo atrás de escândalo, investigação atrás de investigação, incompetência atrás de incompetência, temos um país mais atrasado, em absoluta convulsão nos sectores da Saúde, Educação, Justiça, para não prosseguir indefinidamente naquela que seria provavelmente a mais negativa análise do funcionamento do país e das suas Instituições.

Um pântano inimaginável em que um partido insiste em confundir-se com o Estado, numa incansável tentativa de se servir ao invés de Servir!

Pior será pensar, a julgar pelas últimas sondagens, que temos um povo preso por algo semelhante a um “Síndrome de Estocolmo”, ao pior dos sistemas que em todos os países onde se instala produz miséria, autoritarismo e uma estranha dependência de si mesmo: o socialismo!

Mas na verdade, nada ajuda o Povo e a Nação.

A maioria dos partidos de oposição, à direita, são fracos e incapazes de pensar e agir por si mesmos, reféns de discursos antidemocráticos de “cordões sanitários”;

A Comunicação Social vende todos os dias socialismo e esses mesmos “cordões”, diabolizando quem pode de facto enfrentar o socialismo instalado;

Os comentadores são escolhidos a dedo com esse mesmo propósito.

Quem paga? Os portugueses!

Cada vez pagam mais impostos por piores serviços, comer ou tomar medicação começa a raiar o luxo, ter um automóvel velho por não poder trocar é algo parecido com um sinal exterior de riqueza, ter onde viver uma tragédia e um pequeno negócio, uma sentença anunciada.

É hora de os portugueses deixarem de pensar pela cabeça de comentadores, jornalistas e demais mensageiros “do diabo” e passarem a pensar pelas suas cabeças!

É hora de o Povo dar o “Grito do Ipiranga” emancipar-se e arriscar!

É hora de acordar e seguir em frente, soltando amarras de tudo isto, no caminho para uma nova vida!

O nosso compromisso é de permanecer no caminho da verdade, sem a habitual censura situacionista!

Folha Nacional

Folha Nacional

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados