23 Maio, 2024

Irão anuncia libertação de tripulantes de navio de bandeira portuguesa

O ministro das Relações Exteriores do Irão anunciou a libertação antecipada de tripulantes de diferentes nacionalidades de um navio de bandeira portuguesa ligado a Israel, capturado em 13 de abril pela Guarda Revolucionária Iraniana no Golfo Pérsico.

© Facebook de Ebrahim Raisi

“A questão humanitária da libertação da tripulação do navio preocupa-nos seriamente”, disse Hosein Amir Abdolahian durante uma conversa telefónica com o ministro dos Negócios Estrangeiros português, Paulo Rangel, segundo informou na sexta-feira a agência noticiosa oficial iraniana IRNA.

A Lusa tentou confirmar esta informação junto do Ministério dos Negócios Estrangeiros português, aguardando uma resposta.

O chefe da diplomacia iraniana disse que tinha providenciado acesso consular aos 25 membros da tripulação do cargueiro e acrescentou que se espera que sejam libertados.

O Irão apreendeu o navio ligado a Israel numa altura em que se esperava uma resposta do seu lado ao ataque de 01 de abril ao consulado iraniano na Síria, atribuído a Telavive, que matou sete membros da Guarda Revolucionária, incluindo três generais.

Horas depois da captura do navio porta-contentores, Teerão lançou uma ofensiva de retaliação com centenas de mísseis e drones contra o território israelita.

Teerão captura regularmente petroleiros e navios de carga no Estreito de Ormuz e no Golfo Pérsico.

No passado dia 11 de janeiro, um outro navio foi abordado no Mar de Omã e transferido para águas iranianas.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados