24 Junho, 2024

Surrealista português Santiago Ribeiro integra exposição em Los Angeles

©facebook.com/santiagoribeiro

A obra convida a uma crítica à conformidade na sociedade atual, mas o artista disse que as interpretações podem variar conforme a imaginação da sua audiência. O artista português, que já expôs em várias partes dos Estados Unidos.

O quadro ‘Surreal Mass Production’, do pintor português Santiago Ribeiro, estará integrado na Parallax Art Fair que vai decorrer entre 28 e 30 de abril em Los Angeles, disse à Lusa o artista surrealista.

A obra convida a uma crítica à conformidade na sociedade atual, mas o artista disse que as interpretações podem variar conforme a imaginação da sua audiência.

“Posso fazer o quadro com uma intenção, mas as pessoas são livres de interpretá-lo como quiserem. Inclusive já descobriram coisas nos meus quadros que eu não tinha noção que lá estavam”, afirmou Santiago Ribeiro.

“As pessoas podem ver e sentir coisas de acordo com a sua própria capacidade imaginativa”, continuou. “Apenas crio uma coisa e as pessoas são livres de sentir aquilo que lhes vem à mente. Isso para mim é interessante”.

A Parallax vai acontecer no MG Studio, um estúdio criativo localizado num espaço privilegiado, perto do complexo L.A. Live na baixa de Los Angeles – onde também estão situados o Museu dos Grammys e o Microsoft Theater.

A artista norte-americana Shahla Rosa vai auxiliar Santiago Ribeiro na logística desta participação. Segundo o português, “Shahla é das melhores artistas femininas nos Estados Unidos a fazer arte surrealista no século XXI”.

A Parallax será uma exposição com impacto, considerou o artista, que escolheu este quadro de médio porte porque se identifica com aquilo que quer projetar neste momento.

“Sou um crítico, embora também tenha quadros fantasiosos”, descreveu Santiago Ribeiro.

O artista português, que já expôs em várias partes dos Estados Unidos, integra frequentemente na sua arte representações do sexo feminino, algo que é visível também em ‘Surreal Mass Production’. “A mulher é um tema, um elemento que introduzo quase sempre em todas as pinturas”, referiu.

No entanto, o seu trabalho mais recente não tem quaisquer figuras. Trata-se de um quadro intitulado ‘Empty City’ (cidade vazia), para o qual foi inspirado pela fuga de pessoas por causa da guerra na Ucrânia.

Além da participação na Parallax Art Fair em Los Angeles, Santiago Ribeiro está também a trabalhar para organizar a 15.ª edição da International Surrealism Now, uma iniciativa que começou em 2010 e cuja edição mais recente foi em 2021.

“O Surrealism Now é uma união de várias tendências artísticas entre o surrealismo do século XXI, a arte visionária, a arte fantástica e a arte abstrata”, explicou Ribeiro.

O artista mencionou a zona de Coimbra como potencial anfitriã da exposição, não estando ainda confirmados locais ou datas.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados