21 Maio, 2024

Novo sismo de magnitude 5,1 na escala de Richter atinge capital da Colômbia

© D.R.

Um sismo de magnitude 5,1 na escala de Richter atingiu na quinta-feira à noite Bogotá, capital da Colômbia, oito horas depois de um outro abalo, de magnitude 6,1, que causou um morto.

O novo tremor ocorreu às 20:15 (02:15 de hoje em Lisboa) e teve como epicentro a mesma região do centro do país onde aconteceu o primeiro sismo, avançou o Serviço Geológico Colombiano (SGC).

De acordo com o SGC, o epicentro desta réplica situou-se no município de Restrepo, muito perto de Bogotá, e foi sentido de forma intensa porque aconteceu a uma profundidade “superficial”, inferior a 30 quilómetros.

A capital da Colômbia já tinha sido atingida, às 12:04 (18:04 de Lisboa), por um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter que fez tremer prédios e levou milhares de pessoas a saírem para as ruas em busca de refúgio.

O abalo teve epicentro a uma profundidade de 30 quilómetros, perto da localidade de El Calvario, a norte do departamento de Meta, no centro da Colômbia, 40 quilómetros a sudeste da capital.

Em El Calvario, pelo menos quatro casas sofreram danos consideráveis, segundo as autoridades locais.

O primeiro sismo deixou uma única vítima, uma mulher que, em pânico, pulou da janela de um apartamento localizado no sétimo andar de um prédio da capital colombiana e morreu ao cair no chão.

A autarca de Bogotá, Claudia López, assegurou que na cidade “nenhum dos serviços nem os edifícios tiveram grandes danos, apenas pequenos”, incluindo a queda de parte do teto do plenário do parlamento da Colômbia, que na altura estava vazio.

Cerca de 10 minutos depois do primeiro sismo, deu-se um segundo, de magnitude 5,6, sem danos visíveis nos edifícios de Bogotá, cidade com cerca de oito milhões de habitantes.

A autoestrada entre Bogotá e Villavicencio, capital do departamento Meta, foi encerrada de forma preventiva devido a potenciais deslizamentos de terra, já que no mês passada um deslizamento no município de Quetame matou 26 pessoas e destruiu cerca de vinte casas.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados