14 Julho, 2024

“Governo mata o acesso universal dos portugueses ao SNS”, diz André Ventura

Primeiro faz uma limpeza administrativa dos emigrantes no acesso ao SNS e aos médicos de família, agora limita o acesso dos portugueses as urgências.

© Folha Nacional

Esta semana o Governo anunciou que a partir de 01 de janeiro de 2024, vai limpar de forma administrativa todos os não residentes em Portugal. A partir de janeiro os nossos emigrantes vão passar a ser tratados pelo SNS como se fossem turistas.

André Ventura reforçou na Assembleia da República no debate sobre o estado da função pública, que este Governo “continua a dar tudo aos imigrantes e refugiados, e aos nossos, aqueles que são do nosso sangue, veda-lhes os direitos fundamentais”.

O Ministro da saúde anunciou ontem que este plano de degradação da saúde vai passar para um outro nível. Estão a preparar um verdadeiro corte aos portugueses no acesso às urgências.

“De má medida em má medida vão matando o nosso SNS, sobretudo o acesso a cuidados de saúde dos nossos cidadãos”, disse André Ventura.

Folha Nacional

Folha Nacional

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados