20 Abril, 2024

Câmara de Paços de Ferreira alvo de buscas

A Câmara de Paços de Ferreira, no distrito do Porto, está a ser hoje alvo de buscas, no âmbito de uma investigação relacionada com crimes ambientais, informou hoje a GNR, que participa nas diligências, e o Ministério Público (MP).

©D.R.

Num comunicado, divulgado na sua página na internet, a Procuradoria-Geral Regional do Porto (PGRP) refere que a operação, tendo em vista a apreensão de documentos físicos, dados e documentos informáticos e outros meios de prova, começou às 07:00 e envolve meios da GNR e da Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território (IGAMAOT), além do magistrado do MP.

Segundo a Procuradoria, as buscas estão a ser executadas no âmbito de um inquérito, que se encontra em segredo de justiça, titulado pelo MP de Paços de Ferreira, em que se investiga a prática de um eventual crime de poluição no Rio Ferreira, área do município de Paços de Ferreira, não tendo sido emitidos mandados de detenção.

“A GNR e a IGAMAOT dão cumprimento a 11 mandados de busca domiciliária e nove mandados de busca não domiciliária, designadamente a entidades públicas, incluindo uma autarquia local, e a sociedades comerciais, nas áreas territoriais das comarcas do Porto Este, Porto, Braga, Coimbra, Guarda, Leiria e Lisboa, executando ainda decisões que determinaram pesquisas informáticas e apreensões”, refere a mesma nota.

No total, de acordo com a PGRP, estão envolvidos na execução das diligências cerca de 100 militares da GNR e 19 inspetores da IGAMAOT, bem como o magistrado do MP titular do inquérito.

“A investigação iniciou-se há cerca de três anos e as diligências em curso destinam-se obter prova em locais físicos e sistemas informáticos referenciados nos autos como suspeitos de a conter”, conclui a mesma nota.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados