17 Julho, 2024

Europol desmantela rede de tráfico de cocaína vinda do Brasil para a Europa

Uma vasta rede de tráfico de cocaína para a Europa, que operava desde o Brasil até Espanha, passando pela Turquia, foi desmantelada, com 40 pessoas detidas e oito toneladas de cocaína apreendidas, revelou hoje a Europol.

© D.R.

A operação contou com a participação de forças policiais de uma dezena de países durante três anos, representando um “rude golpe” contra esta “rede criminosa envolvida no tráfico de droga em grande escala”, refere a Agência da União Europeia para a Cooperação Policial (Europol) num comunicado.

Além disso, a operação “pôs termo” às atividades deste “cartel”, cujos líderes, originários dos Balcãs, tinham a sua base na Turquia e no Dubai.

Segundo a Europol, a fase final desta operação começou com a descoberta, em agosto de 2023, pela Guarda Civil espanhola, de 700 quilos de cocaína transportados num barco ao largo das Ilhas Canárias, tripulado por cidadãos croatas e italianos.

Através da análise das comunicações e da troca de informações com outras forças policiais, os investigadores da Europol conseguiram estabelecer uma ligação com as apreensões anteriores, rastreando a cocaína até aos seus cabecilhas, membros de uma rede criminosa dos Balcãs.

Tratava-se de uma “estrutura poderosa”, com “capacidade para transportar toneladas de cocaína por todo o mundo”, explicou Óscar Esteban Remacha, chefe da unidade de tráfico de droga da Guardia Civil espanhola, numa conferência de imprensa.

De acordo com a Europol, foram detidas 40 pessoas nesta operação, incluindo dois croatas que eram os cabecilhas da rede de trafico de estupefacientes e que foram detidos em Istambul no final de 2023.

Na quarta-feira foram detidos outros quatro elementos da rede em Espanha.

Entre estas quatro pessoas, conta-se um homem de 40 anos, detido perto de Marbella, uma estância balnear muito popular entre os traficantes de droga.

De acordo com um jornalista da agência de notícias France-Presse (AFP) que testemunhou a operação, o homem foi detido na sua casa por uma dezena de elementos da Guardia Civil fortemente armados.

Os investigadores explicaram que esta vasta rede enviava a droga da América do Sul por barco para “centros logísticos na África Ocidental e nas Ilhas Canárias” e depois para centros de distribuição “na Bélgica, Croácia, Alemanha, Itália e Espanha”.

Segundo a Europol, oito toneladas de cocaína foram recuperadas pela polícia durante as várias operações realizadas nos últimos três anos contra esta rede de tráfico de estupefacientes. Foram igualmente apreendidos numerosos bens, num valor total de várias dezenas de milhões de euros.

“Esta é uma das maiores operações realizadas até à data contra os cartéis de droga dos Balcãs”, disse Tomislav Stambuk, oficial da polícia croata responsável pela luta contra a droga, na conferência de imprensa.

Este cartel era constituído por “numerosas células” que se caracterizavam por praticarem atos de “grande violência”, salientou o mesmo oficial da polícia.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados