19 Abril, 2024

André Ventura defende reformulação do Governo ou dissolução do Parlamento

© Folha Nacional

O presidente do CHEGA, André Ventura, considerou hoje que o ministro das Infraestruturas, João Galamba, não tem condições para permanecer em funções e defendeu uma reformulação do Governo ou a dissolução do parlamento, ao invés de “remendos pontuais”.

Em conferência de imprensa na sede do CHEGA, André Ventura considerou que, “conforme já ficou claro para todos, o ministro João Galamba não tem nenhumas condições para continuar a ser ministro da República”.

“Cada hora que fica a mais, é mais uma hora de degradação do Governo e do seu prestígio”, apontou.

O líder do CHEGA questionou, no entanto, “de que vale fazer remendos pontuais se este Governo já não tem solução”.

André Ventura defendeu que a solução passa por “uma remodelação total do Governo, com uma eventual demissão do primeiro-ministro e a constituição de um novo Governo” ou pela dissolução do parlamento e marcação de novas eleições legislativas.

O presidente do CHEGA apontou que essa é a solução “que parece cada vez mais próxima e inevitável”, apesar de ser “a solução que ninguém gostaria”.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados