4 Março, 2024

Navio-escola Sagres atraca no Douro após 25 anos para visitas gratuitas

© D.R.

Após 25 anos, o navio-escola Sagres voltou hoje a atracar no rio Douro, nomeadamente no Porto, onde de quinta-feira a domingo vai estar de portas abertas para visitas gratuitas.

Além de não atracar no Douro desde 1998, o navio-escola Sagres nunca havia, como hoje, atracado na margem do Porto, dado que, nas três vezes que esteve no Douro atracou em Vila Nova de Gaia, contou aos jornalistas o comandante do navio, Mário Domingues.

“É com muito orgulho que estamos no Porto, uma cidade tão importante para nós”, disse o capitão-de-fragata.

Durante quatro dias, de quinta-feira a domingo, o navio-escola vai poder ser visitado gratuitamente pela população, iniciativa inserida nas comemorações do Dia da Marinha que, este ano, decorrem no Porto.

Será possível visitar o navio-escola entre as 10h00 e as 12h00 e as 14:00 e as 18:00, sendo a entrada feita nos locais de atracação das embarcações entre o Cais da Ribeira e a Alfândega, especificou a Câmara Municipal do Porto, em comunicado enviado às redações.

“Dia da Marinha sem ‘Sagres’ não é Dia da Marinha, por isso, sendo o Porto uma cidade portuária e com uma foz extraordinária, não podíamos deixar de vir cá e não trazer o ‘Sagres'”, afirmou o chefe do Estado-Maior da Armada, Henrique Gouveia e Melo, igualmente a bordo do navio.

O objetivo desta iniciativa passa por aproximar a sociedade da Marinha e mostrar às pessoas que este ramo das Forças Armadas é um instrumento do Estado português na sua ação no mar, explicou.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal do Porto, o independente Rui Moreira, assumiu que receber o “Sagres” no Porto, assim como as comemorações do Dia da Marinha, é “especial” para a cidade porque é uma cidade portuária, de tradições e de respeito pelas atividades náuticas.

Ao navio-escola Sagres deverão juntar-se, até quarta-feira, véspera do arranque oficial das comemorações, a fragata D. Francisco de Almeida, o navio-patrulha Oceânico Sines e a lancha de fiscalização Rio Minho.

Construído em 1937, em Hamburgo (Alemanha), o navio-escola Sagres é “o mais condecorado e o único a ostentar condecorações estrangeiras no respetivo estandarte nacional”, tendo-se estreado, em 1964, em regatas internacionais e naquela que foi também a primeira regata transatlântica dos grandes veleiros.

As celebrações do Dia da Marinha contam com mais de 30 iniciativas, entre visita a navios, batismos de mar, exposições, concertos e um desfile militar.

O “ponto alto” das celebrações será no domingo, com uma cerimónia militar que vai reunir cerca de 500 militares na zona da Alfândega.

O desfile arranca às 12h00 e seguirá o sentido Alfândega-Ribeira, podendo ser visto por toda a população.

Na última parte do desfile, que durará cerca de uma hora e meia, está prevista uma demonstração de capacidades junto ao rio Douro.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados