24 Abril, 2024

Cerca de 350 pessoas deslocadas em Odemira já foram acolhidas pela câmara

© D.R.

Cerca de 350 pessoas deslocadas por causa do incêndio que lavra no concelho de Odemira, no distrito de Beja, já foram acolhidas em duas estruturas de apoio criadas pela câmara municipal, revelou hoje o presidente do município.

balanço foi feito pelo autarca de Odemira, Hélder Guerreiro, durante um ponto de situação aos jornalistas realizado, ao início da noite, no posto de comando em São Teotónio, freguesia deste concelho onde o fogo rural teve início.

“Criámos um centro de acolhimento em São Teotónio, na [escola] EB 2,3 de São Teotónio, e já passaram por ali 271 pessoas”, adiantou, referindo que agora “são cerca de 180 pessoas” que se encontram naquele espaço.

Hélder Guerreiro salientou que as pessoas que, entretanto, saíram deste centro de acolhimento encontraram “soluções mais favoráveis” e outras, como turistas, acabaram por continuar as férias noutro local ou por encurtar as férias.

“E em Odemira, com uma parceria com a Segurança Social de Beja, também já montámos um outro centro de acolhimento à população, tendo em conta a evacuação que foi feita à localidade de São Miguel”, realçou.

Segundo o autarca, este espaço situado na sede do concelho acolhe 80 das cerca de 250 pessoas que vivem na aldeia de São Miguel, uma das povoações que teve que ser evacuada, por precaução, devido ao incêndio.

O presidente do município assinalou que foram evacuadas quatro unidades turísticas no concelho e que, para já, não há informação de casas atingidas pelas chamas.

“Existem muitas habitações no perímetro do incêndio” cuja área envolvente “sofreu as consequências naturais da passagem do incêndio”, acrescentou.

No total, este incêndio já obrigou à deslocação preventiva de cerca de 1.400 pessoas.

Também em declarações aos jornalistas, o comandante territorial de Beja da GNR, Galvão da Silva, disse que, até agora, foram evacuadas 19 pequenas povoações, a maioria no concelho de Odemira e uma no de Monchique, além do Parque de Campismo de São Miguel.

Os lugares evacuados, precisou, são Vale de Alhos, Vale de Água, Relva Grande, Selão, Corgos, Choças, Sobral, Escolas Vale de Água, Vale dos Alhinhos, Reguengos, Delfeira, São Miguel, Maroco, Moita, Monte Moinho, Zambujeira de Baixo, Vale Juncal, Juncalinho e Baiona.

De acordo com o responsável, a circulação rodoviária está cortada na Estrada Nacional (EN) 120, entre São Teotónio e Odeceixe, no concelho vizinho de Aljezur.

O militar salientou que estão igualmente cortadas ao trânsito as Estradas Municipais (EM) 501, entre São Teotónio e Relva Grande, e 1186, entre São Miguel e Vale dos Olhos, na freguesia de São Teotónio.

O incêndio rural numa área de mato e pinhal deflagrou na zona de Baiona, na freguesia de São Teotónio, a meio da tarde de sábado, e já entrou por algumas vezes no Algarve, tendo hoje à tarde rodeado Odeceixe, no concelho de Aljezur, no distrito de Faro.

O fogo levou a Câmara de Odemira a ativar o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil, com efeitos desde as 14:30 de domingo.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados