24 Julho, 2024

Vários mortos e um detido após dois tiroteios em Roterdão

Várias pessoas foram hoje mortas em dois tiroteios ocorridos na cidade neerlandesa de Roterdão, aparentemente protagonizados por um homem que foi depois detido pela polícia, indicaram as autoridades locais.

© DR

 

As autoridades não divulgaram o número exato de mortos, afirmando que querem primeiro informar as respetivas famílias, mas antes tinham referido a existência de três feridos graves.

O atacante, um homem de 32 anos residente em Roterdão que envergava equipamento de combate, carregava uma mochila, e empunhava uma arma de fogo, foi detido no centro médico da Universidade Erasmus, onde ocorreu o segundo dos dois tiroteios, de acordo com a imprensa local.

Pelas 14:25 locais (13:25 de Lisboa), a polícia recebeu informação sobre um tiroteio numa das salas do centro médico da Universidade Erasmus, no sul da cidade, e num apartamento situado a aproximadamente 1,5 quilómetros de distância.

Depois dos tiroteios, registaram-se dois incêndios, que se crê terem sido ateados pelo autor dos disparos: um na casa, onde duas pessoas ficaram feridas, e outro no centro médico universitário, que causou ferimentos num professor.

O ministro da Saúde cessante, Ernst Kuipers, disse estar a acompanhar de perto a situação e expressou empatia com as vítimas.

Antes de assumir o cargo de ministro, em 2021, Kuipers foi presidente do conselho de administração do Hospital de Roterdão.

As equipas policiais realizaram buscas no centro médico universitário, que foi evacuado, e instaram os cidadãos a evitar deslocar-se lá, indicando que o incêndio se encontra já controlado.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados