24 Fevereiro, 2024

Salgado acusado em novo processo relacionado com o Universo Espírito Santo

O ex-banqueiro Ricardo Salgado foi acusado pelo Ministério Público (MP) de fraude fiscal qualificada num caso extraído do processo Universo Espírito Santo, segundo uma nota publicada hoje no `site` da Procuradoria-Geral da República (PGR).

© Folha Nacional

De acordo com o comunicado do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), Ricardo Salgado responde por dois crimes de fraude fiscal, um dos quais em coautoria com o também acusado Manuel Fernando Espírito Santo Silva (antigo `chairman` da RioForte), num caso que terá lesado o Estado português em 5,5 milhões de euros.

“Os factos constantes da acusação reconduzem-se à auto atribuição de honorários, através de entidades não residentes pertencentes ao Grupo Espírito Santo, mormente a Espírito Santo International, SA, ou seja, com recurso ao que foi comummente conhecido por saco azul do GES”, pode ler-se na nota, que acrescenta que o MP apresentou o pedido de indemnização civil naquele valor.

Este processo decorre de uma certidão extraída da acusação de 2020 relativamente ao processo principal sobre o BES e o GES, cujo início do julgamento está marcado para 28 de maio no Juízo Central Criminal de Lisboa.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados