22 Fevereiro, 2024

Situação de seca aumentou em dezembro na região Sul

A situação de seca meteorológica aumentou em dezembro na região sul, destacando-se os distritos de Setúbal, Beja e Faro na classe de seca moderada, segundo o boletim climatológico do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

© D.R.

Em 31 de dezembro 38% do território estava em seca meteorológica, enquanto no final de novembro esse percentagem era de 19,4%.

Segundo o IPMA, verificou-se um aumento de área de Portugal continental em classe de seca fraca, de 19,4% em novembro para 21,4% em dezembro e também uma subida na classe de chuva fraca de 7,2% para 17,1%.

No fim do mês passado, 19,5% do território estava na classe chuva moderada, 16,8% normal, 16,2 em seca moderada e 9% em chuva severa.

O instituto classifica em nove classes o índice meteorológico de seca, que varia entre “chuva extrema” e “seca extrema”.

De acordo com o IPMA, existem quatro tipos de seca: meteorológica, agrícola, hidrológica e socioeconómica.

No que diz respeito à percentagem de água no solo, o instituto precisa que houve um aumento nas regiões do norte e centro com valores superiores a 80%.

No Baixo Alentejo e Algarve, algumas regiões estavam com valores entre 20 e 40%.

Os dados do boletim indicam que o mês passado classificou-se como normal em relação à temperatura do ar e muito seco em relação à precipitação, tendo sido o 7.º dezembro mais seco desde 2000.

 

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados