12 Junho, 2024

Vivemos em Ditadura!!

Existem, ainda, algumas pessoas que não se deram conta do estado a que chegou o nosso país, às mãos deste governo. Há também aqueles que, fazem por não ver, ou não o querem fazer, pois são da mancha política socialista que pinta o país, fazendo o frete de atender às ordens do primeiro-ministro. Mas que fique claro, que quer vejam, ou não, é óbvio, que hoje vivemos em ditadura!

Portugal é um país convidativo. Um dos países da Europa que mais história tem para oferecer. Um país de clima ameno, belas cidades históricas, paisagens magníficas. Um país que se afirma uma democracia, com um povo orgulhoso do seu passado que sabe ser generoso e acolhedor. Estas características, fazem que os turistas e cada vez mais estrangeiros, queiram visitar e se instalar e residir em Portugal.

Mas com tantas qualidades, temos infelizmente que também apontar os seus defeitos, sendo o maior, o facto de que povo português, ( infelizmente), se acostumou a ser subjugado àqueles que por boas ou más razões, chegaram ao poder por meios de jogos políticos em 2015.

O resultado é que hoje vemos as nossas vidas controladas pela doutrina dogmática esquerdista, que nos leva a um constrangimento público que nos impede de manifestar livremente os nossos pensamentos e ideologias, criando uma falsa liberdade de expressão.

Esta doutrina esquerdista, obriga-nos a seguir um padrão de comportamentos impostos e se assim não o fizermos, somos automaticamente apelidados, de fascistas, de extrema-direita e como que se quiséssemos o mal alheio.
Será que numa sociedade, que se diz democrática, as minhas opções de vida, são vistas como uma tara? Se nos distinguirmos a nós e distinguirmos aqueles com quem vivemos em comunidade, por aquilo que são as nossas características básicas que podem ser constatadas por todos aqueles que olham para nós, tanto como o tom de pele, a nossa etnia, entre outros aspetos, somos julgados e insultados.

Se me estão a subtrair a minha liberdade, de me expressar como queira, e a controlar a forma como o faço e que assuntos posso ou não abordar, então que mais não será, que um indício de uma deriva autocrática e ditatorial, imposta pelo governo?

Os socialistas querem que sejamos apenas um número com pensamento manipulado sem identidade própria e aniquilada por estes.
Um poder totalitarista e anarquista!

Todos nós, enquanto cidadãos dispomos do direito à liberdade de expressão, garantido pela Constituição da República Portuguesa, e devemos, a partir do bom-senso de cada um, não partir para um descalabro mental, verbalmente ofensivo, quando não se concorda com algo.
Eu não sou igual a ninguém!

Em vez de se adotar cada identidade como um contributo à sociedade, pois todos nós independentemente das nossas ideologias, contribuímos para uma convivência em sociedade e para a democratização da mesma, o socialismo escolhe fazer com que nós próprios nos vejamos como seres iguais, pequenos e indefesos, que não conseguem fazer-lhes frente.

Neste país, ser do lado de quem tem o poder, é ser democrata, e partilhar das ideologias do outro lado do espectro político, é ser extremista da extrema-direita. Como prova , o exemplo recente do ataque do governo à nossa propriedade privada.

Assim, segundo António Costa, mais ninguém pode decidir o que fazer, com aquilo que lhe pertence, pois, o estado, passara a decidir por cada um de nós.
Depois de controlar e manipular as ideias e opiniões de toda uma sociedade, bem como das suas escolhas e vontades próprias, chegou agora o momento de começarem a tirarem-nos o nosso património.

Uma expropriação encapotada, para camuflar o desastre da política da habitação social do governo?!
A conclusão de tudo acima referido é lapidar.
E a nossa luta, deve ser ao lado do nosso presidente André Ventura , do grupo parlamentar, autarcas e todos os militantes,para fazer avançar as causas do nosso partido.

Convencer aqueles que ( ainda ! ) pensam que vivamos num país democrático!
CHEGA da doutrina de esquerda!
CHEGA da ditadura socialista em Portugal!

Folha Nacional

Folha Nacional

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados