21 Maio, 2024

Encargos com juros vão ultrapassar 7.300 ME no próximo ano

© D.R

O Governo prevê um agravamento dos encargos com juros nos próximos anos, apontando para 5.895 milhões de euros este ano e para mais de 7.300 milhões de euros no próximo, segundo o Programa de Estabilidade, hoje conhecido.

No Programa de Estabilidade (PE) para o período 2023-2027, divulgado na página da Assembleia da República e remetido à Comissão Europeia, o Ministério das Finanças destaca que “a subida generalizada das taxas de juro terá um impacto materialmente relevante na despesa a suportar nos próximos anos”, apesar de “as taxas de juro das novas emissões da República continuam a ser inferiores às taxas das Obrigações do Tesouro, Bilhetes do Tesouro e Empréstimos Oficiais que se vencerão em 2023 e 2024”.

Neste cenário, o Governo prevê que os encargos anuais com juros subam para 5.985 milhões de euros este ano, mais 556 milhões de euros do que apontava em abril do ano passado, e para 7.357 milhões de euros no próximo ano, mais 2.345 milhões de euros do que no PE 2022-2026.

A tendência crescente dos encargos mantém-se ao longo do horizonte de previsão mantém-se: para 2025 prevê um encargo de 7.846 milhões de euros e de 8.211 milhões de euros em 2026, ano para o qual aponta para um encargo superior em cerca de três mil milhões de euros ao previsto no anterior PE.

Para 2027, aponta para um encargo de 8.535 milhões de euros.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados