23 Abril, 2024

Papa pede atenção a “outras guerras” frequentemente “esquecidas”

© D.R.

O Papa Francisco pediu hoje para que se reze “pela paz”, especialmente pelo povo ucraniano, e que não se descuide “outras guerras, infelizmente muitas vezes esquecidas”.

“Queridos irmãos e irmãs, também neste verão, não nos cansemos de rezar pela paz, especialmente pelo povo ucraniano, tão duramente atingido”, implorou o Papa aos fiéis reunidos na Praça de São Pedro, no Vaticano, durante a oração do Angelus dominical.

Na sua intervenção, acrescentou outro pedido: “Não descuidemos outras guerras, infelizmente muitas vezes esquecidas, e dos numerosos conflitos e confrontos que mancham de sangue muitos lugares da terra. Tantas guerras há hoje”.

Francisco apelou a que as pessoas se interessem “pelo que está a acontecer” no mundo.

“Ajudemos os que sofrem e rezemos, porque a oração é a força que protege e sustenta o mundo”, afirmou.

Durante a oração, o chefe da igreja católica também convidou os fiéis a refletirem sobre quantos conflitos poderiam ser resolvidos ao “escutar os outros, com o desejo sincero de se compreenderem”.

Precisamente esta semana, um enviado do Papa, o cardeal Matteo Zuppi, viajou até Moscovo, capital da Rússia, para tentar mediar a guerra na Ucrânia, país que foi invadido por militares russos, numa ofensiva lançada em 24 de fevereiro de 2022.

O Vaticano não avaliou os resultados da visita do cardeal Matteo Zuppi, que em breve se reunirá com o pontífice “com vista a dar novos passos, tanto no plano humanitário como na busca de caminhos para a paz” e também para comentar a sua visita a Kyiv, capital da Ucrânia, que realizou há três semanas.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados