26 Setembro, 2023

Ministro e sindicatos médicos voltam a reunir-se para discutir tabelas salariais

© D.R.

Governo e sindicatos médicos voltam hoje a reunir-se para discutir a revisão das tabelas salariais, uma questão até agora sem acordo.

Os sindicatos rejeitaram a proposta de aumento de 1,6%, com o Governo a afirmar que apresentou propostas que representam um aumento de 24% da massa salarial dos médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

A reunião acontece um dia depois de outra que juntou o Governo, a Federação Nacional dos Médicos (FNAM) e o Sindicato Independente dos Médicos (SIM), mais técnica, para debater o decreto-lei que permitirá a generalização das unidades de saúde familiares modelo B.

Na reunião de hoje, disse à Lusa a presidente da FNAM, Joana Bordalo e Sá, a estrutura vai apresentar formalmente o pedido de um mediador independente para resolver o impasse nas negociações.

A responsável exige um acordo global, para todos os setores, com condições melhores para os profissionais, e rejeita uma fragmentação do SNS.

Hoje, decorre a quinta reunião extra-protocolo negocial. “Não podemos continuar assim”, disse, para justificar um mediador independente e externo, algo que o SIM rejeita.

O protocolo negocial assinado em 2022 entre os sindicatos e o Governo previa inicialmente que as negociações ficassem concluídas até final de junho.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados