22 Junho, 2024

Santa Casa envia para a PGR “indícios de irregularidades”

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa encaminhou para a Procuradoria-Geral da República (PGR) os resultados intercalares da auditoria forense e financeira à instituição, que apontavam para “indícios de irregularidades”, revelou hoje a provedora Ana Jorge.

© Facebook SCML

A provedora da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) está a ser ouvida na Comissão de Trabalho, Segurança Social e Inclusão, a pedido do grupo parlamentar do PSD, sobre a situação financeira da instituição, onde adiantou que a auditoria forense e financeira às atividades da Santa Casa Global deverá estar terminada em finais do mês de outubro.

“Tendo a Santa Casa recebido o memorando do ponto de situação intercalar e perante os dados apresentados pela BDO [empresa responsável pela auditoria], que apontavam para procedimentos que não cumpriam as normas em vigor e indícios de irregularidades, a Mesa decidiu informar a Procuradoria-Geral da República dos elementos disponíveis”, revelou Ana Jorge.

Acrescentou que esses elementos foram entregues à PGR em 18 de setembro e que a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, foi informada disso.

“Estamos igualmente a preparar a informação a enviar ao Tribunal de Contas”, adiantou.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados