24 Julho, 2024

Linha Cidadão Idoso da Provedoria de Justiça recebeu este ano 1.200 chamadas

A Linha Cidadão Idoso da Provedoria de Justiça recebeu desde o início do ano 1.200 chamadas relacionados com pedidos de informação sobre apoios e respostas sociais, acesso a cuidados de saúde e auxílio em situação de abuso.

© D.R.

 

Numa nota publicada na sua página da internet para celebrar o Dia Internacional do Idoso, que se assinalou na segunda-feira, a Provedoria de Justiça adianta que ao longo de 2023 e “até ao momento” foram recebidas 1.200 chamadas, sem grandes variações face a anos anteriores.

De acordo com a Provedoria, a escassez de vagas em estruturas residenciais para idosos ou o seu afastamento geográfico surgem com frequência na Linha Cidadão Idoso, bem como o acesso a cuidados de saúde primários, a referenciação para consulta hospitalar e obtenção de vaga na rede nacional de cuidados continuados integrados.

“Constitui tema igualmente frequente a alegação de abusos, desde a negligência de cuidados, abuso material e financeiro até maus-tratos e abandono, geralmente no próprio quadro familiar”, é referido na nota.

A Linha do Cidadão Idoso (800 203 531) é gratuita e é vocacionada para os problemas da população com uma idade avançada, prestando informações sobre os direitos e apoios que assistem os mais velhos na área da saúde, segurança social, habitação, equipamentos e serviços.

Em casos mais graves, é feita a sinalização à Segurança Social, autarquias, Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) ou unidades de cuidados de saúde primários.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados