22 Junho, 2024

“Cedo ou tarde vamos ter de limitar a entrada de muçulmanos na Europa”, diz Ventura

© Folha Nacional

O Presidente do CHEGA, André Ventura, comentou esta segunda-feira a situação que se vive na União Europeia na sequência dos ataques do Hamas em Israel. Para além da condenação inequívoca dos ataques do grupo terrorista, o Presidente do CHEGA alertou ainda para a crescente chegada de migrantes oriundos de países islâmicos para a União Europeia.

“É evidente que as migrações não devem ser decididas, nas suas várias dimensões, pela vertente religiosa. Por outro lado, a Europa tem de continuar a ajudar todos os que fogem da guerra e da perseguição. Mas, ao mesmo tempo, temos de defender a nossa matriz cultural judaico-cristã. Cedo ou tarde, teremos de limitar a migração islâmica para a UE”, referiu Ventura.
O Parlamento português votará esta semana vários votos de saudação e condenação no âmbito deste conflito no Médio Oriente.

Folha Nacional

Folha Nacional

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados