22 Fevereiro, 2024

Défice da zona euro recua para 2,8% e Portugal com 2.º maior excedente de 2,5%

Os défices da zona euro e da União Europeia (UE) recuaram, no terceiro trimestre de 2023, para os 2,8% do PIB, com Portugal a registar o segundo maior excedente (2,5%), segundo divulga hoje o Eurostat.

© D.R.

 

Nos 20 países da área do euro, o défice de 2,8% do Produto Interno Bruto (PIB) recuou quer face ao de 4,0% do trimestre homólogo, quer comparando com o de 3,0% registado entre abril e junho de 2023.

No conjunto dos 27 Estados-membros, a comparação é com um défice de 3,5% no terceiro trimestre de 2022 e com o de 3,0% na comparação trimestral.

Segundo os dados do serviço estatístico da UE, Portugal registou o segundo maior excedente orçamental no terceiro trimestre de 2023, de 2,5% do PIB, depois da Dinamarca (2,7%) e seguido pela Croácia (2,2%).

Os défices mais elevados, por seu lado, observaram-se na Eslováquia (-7,0%), seguida da Bulgária (-6,6%) e Hungria (-5,7%).

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados