15 Junho, 2024

Autoridades dos EUA investigam investimentos de gigantes tecnológicos na IA

A Autoridade da Concorrência norte-americana (FCT) anunciou hoje uma investigação a investimentos de milhares de milhões de dólares da Microsoft, Google e Amazon nas principais start-ups de inteligência artificial generativa (IA) OpenAI e Anthropic.

© D.R.

 

O crescimento da IA generativa no último ano, graças ao sucesso do ChatGPT (OpenAI), levou a uma corrida desenfreada ao desenvolvimento e implantação de programas de computador capazes de produzir textos, sons e imagens mediante um simples pedido em linguagem quotidiana.

“A história mostra que as novas tecnologias podem criar novos mercados e uma concorrência saudável, mas devemos proteger-nos de táticas que excluam esta oportunidade”, afirmou a presidente da FTC, Lina Khan, em comunicado.

A investigação deverá concentrar-se nos investimentos da Microsoft na start-up californiana OpenAI, nos da Amazon na Anthropic, concorrente direta da OpenAI, e nos da Google, também na Anthropic.

Deverá permitir a atualização de informações sobre a estratégia dos grupos, as consequências do lançamento de novos produtos, o impacto nas quotas de mercado e no acesso aos recursos necessários a esses sistemas informáticos que requerem chips eletrónicos sofisticados.

A Microsoft reagiu lembrando que “os EUA são líderes mundiais em IA porque as principais empresas norte-americanas trabalham juntas”.

“Parecerias entre empresas independentes como a Microsoft e a OpenAI promovem a concorrência e aceleram a inovação”, vincou o vice-presidente da gigante tecnológica norte-americana, Rima Alaily.

A Google, por sua vez, atacou a sua rival contrapondo a sua abordagem “aberta” à relação que diz ser de exclusividade entre a Microsoft e a OpenAI.

“Esperamos que a investigação da FCT exponha empresas que não oferecem a mesma abertura da Google Cloud ou que têm um longo histórico de dependência do cliente e que estão a adotar a mesma abordagem para serviços de IA”, disse um porta-voz da Google.

Segundo a gigante da internet, a Microsoft procura construir um ecossistema fechado e exclusivo com o modelo de IA da OpenAI, enquanto a sua plataforma na nuvem disponibiliza acesso a cerca de uma centena de modelos de linguagem diferentes.

Encorajada pelo sucesso instantâneo do ChatGPT no final de 2022, a Microsoft dobrou a aposta injetando cerca de 13 mil milhões de dólares (quase 12 mil milhões de euros) na OpenAI.

No final de setembro, a Amazon anunciou um investimento de até 4 mil milhões de dólares (3,7 mil milhões de euros) na Antrópica, uma start-up de Silicon Valley que construiu a sua reputação com uma abordagem menos temerária do que a OpenAI, beneficiando ainda de fundos substanciais da Google.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados