22 Fevereiro, 2024

Acessos à Ponte Vasco da Gama condicionados por protestos dos agricultores

Os acessos à Ponte Vasco da Gama, que liga Alcochete a Lisboa, estão condicionados no sentido Sul-Norte devido a uma concentração de agricultores nas zonas de Alcochete, Montijo e Moita, disse à Lusa fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).

© D.R.

 

“Circula-se nos dois sentidos da Ponte da Vasco da Gama. Há alguns condicionamentos nos acessos no sentido Sul-Norte em Alcochete, Montijo e Moita [no distrito de Setúbal], devido a uma marcha lenta de veículos de agricultores”, adiantou a mesma fonte.

Um dos promotores do protesto Daniel Pacífico disse que estarão concentrados nos locais entre 150 a 200 veículos e o mesmo número de agricultores, em declarações recolhidas pela CMTV.

“Vamos estar divididos em três grupos. O primeiro vai circular em marcha lenta entre a rotunda da Lançada e a rotunda da Moita. O segundo grupo entre a rotunda das Portas da Cidade do Montijo e a rotunda da Lançada e o terceiro grupo vai em marcha lenta do IC32, da rotunda do entroncamento de Alcochete à rotunda do Montijo”, disse.

O agricultor adiantou ainda que estará prevista uma reunião com a ministra da Agricultura para a tarde de hoje, mas ainda sem confirmação.

Fonte da GNR disse ainda à Lusa cerca das 06:40 que se mantinha bloqueada pelos agricultores a Estrada Nacional 260 (EN260) junto à fronteira de Vila Verde de Ficalho, no distrito de Beja.

Os agricultores paralisaram na quinta-feira importantes vias de norte a sul do país, incluindo fronteiras, com alguns dos movimentos a começarem a desmobilizar à noite, após garantias sobre os apoios anunciados pelo Governo.

O protesto foi organizado pelo Movimento Civil de Agricultores e juntou-se às manifestações que têm ocorrido noutros pontos da Europa.

Na quarta-feira, o Governo avançou com um pacote de ajuda aos agricultores, destinado a mitigar o impacto provocado pela seca e a reforçar o Plano Estratégico da Política Agrícola Comum (PEPAC), que não travou os protestos agendados para hoje, de Norte a Sul do país.

Segundo a informação disponibilizada quinta-feira à Lusa, a maior parte das medidas que integra o pacote de apoio entra em vigor ainda este mês, com exceção das que estão dependentes de ‘luz verde’ de Bruxelas.

No contexto europeu, a Comissão Europeia vai preparar com a presidência semestral belga do Conselho da UE uma proposta para a redução de encargos administrativos dos agricultores, que será debatida pelos ministros da Agricultura dos 27 Estados-membros do bloco europeu no próximo dia 26 de fevereiro.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados