22 Fevereiro, 2024

Cerca de 88% dos enfermeiros do Hospital de Vila Franca em greve

Cerca de 88% dos enfermeiros do Hospital de Vila Franca de Xira (HVFX), em Lisboa, fizeram greve ao período da manhã para exigir valorização das carreiras e condições de trabalho, segundo o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP).

© D.R.

A greve, que abrange os períodos da manhã e da tarde, foi decidida em plenário de trabalhadores, que consideram fundamental a criação de condições de trabalho de forma a “atrair e fixar enfermeiros e dar resposta” ao que consideram serem as necessidades do HVFX.

“As principais reivindicações que os enfermeiros têm é a contratação [de mais profissionais], porque têm horários violentos, muitas horas extraordinárias, muitos doentes a seu cargo, muitos feriados em dívida e precisam de descanso, de tempo para a família, como toda a gente”, sublinhou à Lusa Isabel Barbosa, do SEP.

De acordo com a dirigente sindical, os enfermeiros no HVFX pretendem também melhores condições de trabalho e a valorização das carreiras, “nomeadamente todos os pontos para efeitos de progressão”.

“Ou seja, que todos os anos de serviço sejam contabilizados para progressão e que sejam valorizadas as competências acrescidas, nomeadamente no caso dos enfermeiros especialistas, que não transitaram automaticamente para a categoria de especialista”, acrescentou.

Isabel Barbosa destacou que “infelizmente os enfermeiros não têm sido devidamente reconhecidos e há problemas que se vivem em Vila Franca que são transversais à profissão”.

“Os enfermeiros estão insatisfeitos com uma carreira que não os valoriza, com salários que são insuficientes, com especialidades não reconhecidas, com competências e anos não reconhecidos, com excesso de horas, com degradação dos serviços, falta de material, e isso só pode ser resolvido através de investimentos no Serviço Nacional de Saúde e valorização dos seus profissionais”, realçou.

De acordo com a sindicalista, caso não sejam obtidas respostas a estas reivindicações, os enfermeiros do HVFX continuarão “a fazer todas as ações necessárias”.

O Hospital de Vila Franca de Xira tem cerca de 500 enfermeiros, segundo o SEP.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados