15 Abril, 2024

Zelensky pede mais defesas antiaéreas após noite de ataques de drones russos

O Presidente ucraniano, Volodymir Zelensky, pediu hoje mais defesas antiaéreas aos aliados ocidentais, após uma noite de ataques russo com drones ‘kamikaze’ em várias partes do país, que mataram pelo menos dois civis em Odessa, no sul do país.

© Facebook de Volodymyr Zelensky

 

“O escudo aéreo ucraniano deve ser reforçado para proteger eficazmente o nosso povo do terror russo. Mais defesas aéreas e mísseis antiaéreos é o que salva-vidas”, escreveu Zelensky numa mensagem na rede social Facebook, acompanhada de um vídeo que mostra as consequências do ataque a Odessa.

“Até agora, foram confirmadas duas mortes e oito feridos, incluindo uma criança”, disse, referindo que estão ainda em curso operações de resgate e que 18 blocos de apartamentos foram destruídos em resultado do ataque noturno a Odessa.

As forças armadas ucranianas registaram um total de 17 ataques com drones ‘kamikaze’ de fabrico iraniano, 14 dos quais foram abatidos pelas defesas antiaéreas em Odessa, Mikolayev, Zaporiyia, Kharkov, Sumi e Dnipropetrovsk.

“Infelizmente, em resultado dos impactos e dos fragmentos que caíram nas regiões de Odessa e Kharkov, há mortos e feridos”, afirmou a Força Aérea ucraniana num comunicado.

Segundo acrescentou, a Rússia lançou também três mísseis X-59 e X-35 a partir das zonas que controla em Kherson e Donetsk.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados