21 Junho, 2024

Governo da Nova Zelândia quer voltar a explorar petróleo e gás natural

O Governo da Nova Zelândia disse hoje que pretende voltar a aprovar novos projetos de exploração de petróleo e gás natural, revertendo uma proibição de 2018, apesar das críticas da oposição e de grupos ambientalistas.

©D.R.

“O gás natural é crucial para manter as luzes acesas e avançar a nossa economia, especialmente durante os picos de consumo”, explicou o ministro da Energia e Recursos Naturais.

Num comunicado de imprensa, Shane Jones acrescentou que também pretende flexibilizar os procedimentos de licitação para pedidos de exploração de petróleo.

O ministro do Governo conservador sublinhou que o setor petrolífero e mineiro contribuiu com mais de 1,1 mil milhões de euros para a economia da Nova Zelândia em 2020-2021.

A proibição imposta pelo anterior governo trabalhista “também reduziu os investimentos no desenvolvimento contínuo dos nossos conhecidos depósitos de gás”, acrescentou Jones, membro do executivo, no poder desde novembro.

A deputada ambientalista Chloe Swarbrick respondeu ao anúncio dizendo que o Governo estava “a alimentar o fogo das mudanças climáticas com gás e petróleo”.

“Podemos ter uma economia mais sustentável e eficiente dando prioridade à energia limpa”, disse Swarbrick.

O anúncio surge um dia depois de várias grandes cidades da Nova Zelândia terem sido palco de protestos contra uma outra iniciativa governamental, que pretende estimular a economia.

A iniciativa promete acelerar a concessão de licenças para grandes projetos de infraestrutura, contornando diversas regulamentações de proteção do ambiente.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados