18 Abril, 2024

Vinte voos de drones sem autorização identificados no Santuário de Fátima

© Facebook/ Fátima

A Guarda Nacional Republicana (GNR) identificou 20 voos de drones não autorizados no Santuário de Fátima e deteve sete pessoas por condução com excesso de álcool durante a operação “Peregrinação Segura 2023”, que terminou no domingo.

Em comunicado, a GNR refere hoje que registou 20 voos de drones não autorizados e identificou cinco pilotos.

No âmbito da operação que começou no dia 04 de maio e que terminou no domingo, foram fiscalizados 6.054 condutores, detetadas 107 infrações por excesso de velocidade e registados 599 autos de contraordenação.

Na operação foram realizadas 1.420 ações, das quais 535 de apoio aos peregrinos em deslocamento.

Foram detetadas 17 pessoas perdidas e posteriormente localizadas, 11 extravios de documentos, 10 de carteiras, sendo que nove foram recuperadas e foi ainda identificado um falso mendigo.

Na operação, a guarda intensificou o patrulhamento nas principais vias de acesso a Fátima e apoio aos peregrinos que se deslocaram ao santuário para as celebrações religiosas do 13 de maio.

Na nota, a GNR indica que no decorrer da operação, foi montado um dispositivo especial de segurança nos acessos a Fátima e no Santuário, tendo sido empenhadas várias valências, nomeadamente, territorial, de trânsito, de intervenção, de informações e investigação criminal.

De acordo com dados do Santuário de Fátima, o evento contou com a presença de cerca de 450.000 pessoas.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados