12 Junho, 2024

Portugal em 2.º na UE com mais médicos a exercer por cem mil habitantes

©D.R.

Portugal era, em 2021, o segundo Estado-membro da União Europeia (UE) com mais médicos autorizados a exercer por 100 mil habitantes, num total de 1,82 milhões de profissionais em exercício no bloco comunitário, divulgou hoje o Eurostat.

Dados hoje publicados pelo gabinete estatístico da UE indicam que, em 2021, a Grécia (629,2) e Portugal (562,04) registaram os números mais elevados de médicos autorizados a exercer por 100 mil habitantes, seguidos pela Áustria (540,9).

Em sentido inverso, os rácios mais baixos foram registados em França (318,3), na Bélgica (324,8) e na Hungria (329,8).

Ao todo, estima-se que em 2021 a UE tinha 1,82 milhões de médicos em exercício, com os números absoluto mais elevados a registarem-se nos maiores países do espaço comunitário, entre os quais Alemanha (377 mil, equivalente a 21% do total da UE), Itália (243 mil), França (216 mil) e Espanha (213 mil).

Nos dados hoje divulgados, o Eurostat dá também conta do número de fisioterapeutas em exercício, revelando que, também há dois anos, trabalhavam na UE cerca de 611 mil fisioterapeutas, o que equivale a uma média de 136,7 fisioterapeutas por 100 mil habitantes.

A distribuição relativa dos fisioterapeutas pelos países da UE variou entre 234,4 por 100 mil habitantes na Alemanha, 215,9 na Bélgica e 12,7 na Roménia.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados