23 Junho, 2024

Sunak denuncia “ataque inominável” do Hamas à chegada a Telavive

O primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, classificou hoje o ataque lançado pelo Hamas em solo israelita no dia 07 de outubro como um "ato de terrorismo inominável", à sua chegada a Israel para uma visita de solidariedade.

© Facebook/Rishi Sunak

“Estou em Israel, uma nação de luto. Estou de luto convosco e estou convosco contra o flagelo do terrorismo. Hoje e sempre”, escreveu na rede social X (antigo Twitter), acrescentando a palavra “solidariedade” em hebraico.

À chegada ao aeroporto Ben Gurion, em Telavive, Sunak denunciou como “um ato de terrorismo horrível e inominável” o ataque de 07 de outubro do movimento islamita Hamas contra território israelita.

Desde o ataque, mais de 1.400 pessoas foram mortas em Israel, a maioria civis, e 199 pessoas capturadas, segundo as autoridades israelitas.

Em retaliação, Israel está a bombardear a Faixa de Gaza, controlada pelo Hamas, onde pelo menos 3.478 pessoas foram mortas, na sua maioria civis palestinianos, de acordo com as autoridades locais.

Na terça-feira, pelo menos 471 pessoas foram mortas num ataque a um complexo hospitalar na cidade de Gaza, pelo qual israelitas e palestinianos se acusam mutuamente.

O Presidente norte-americano, Joe Biden, em visita a Israel, na quarta-feira, validou a versão israelita de que o hospital foi atingido por “rockets” do grupo palestiniano Jihad Islâmica.

A visita de Rishi Sunak, que deverá encontrar-se com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e com o Presidente israelita, Isaac Herzog, segue-se às do chanceler alemão, Olaf Scholz, que esteve em Israel na terça-feira e do Presidente norte-americano, Joe Biden, na quarta-feira.

Paralelamente, o primeiro-ministro britânico, que está acompanhado do ministro dos Negócios Estrangeiros, James Cleverly, deverá visitar o Egito, a Turquia e o Qatar “nos próximos dias”, segundo Downing Street.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados