12 Junho, 2024

Presidente do Banco Mundial alerta para consequências graves da guerra

O presidente do Banco Mundial, Ajay Banga, advertiu hoje que a guerra entre Israel e o grupo islamita palestiniano Hamas corre o risco de ter consequências económicas graves.

© Facebook de Ajay Banga

“Penso que o que está a acontecer em Israel e em Gaza (…) terá um impacto grave no desenvolvimento económico”, afirmou Banga, durante uma conferência de investidores em Riade, na Arábia Saudita.

“Penso que estamos num momento muito perigoso”, acrescentou, citado pela agência francesa AFP.

Comandos do Hamas realizaram um ataque sem precedentes em Israel em 07 de outubro, a que se seguiu a retaliação israelita com o cerco total da Faixa de Gaza e bombardeamentos constantes contra o território.

As autoridades israelitas dissertam que os ataques do Hamas mataram mais de 1.400 pessoas e que o grupo palestiniano raptou 220 israelitas e estrangeiros, que mantém como reféns na Faixa de Gaza.

O Hamas, que governa Gaza desde 2007, disse que os bombardeamentos israelitas mataram mais de cinco mil pessoas, incluindo mais de duas mil crianças.

Israel, Estados Unidos e União Europeia consideram o Hamas como uma organização terrorista.

O presidente do Banco Mundial está em Riade para participar na conferência anual da Iniciativa de Investimento no Futuro, muitas vezes referida como “Davos do deserto”, numa referência à reunião realizada na Suíça.

Mais de seis mil delegados participam no fórum de três dias, incluindo os dirigentes dos principais bancos e empresas mundiais, e os presidentes da Coreia do Sul, do Quénia e do Ruanda, segundo os organizadores.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Newsletter

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados