14 Julho, 2024

Dezenas de Estados dos EUA processam Meta por ser perniciosa para os jovens

Uma coligação de 41 Estados mais o Distrito de Colúmbia processou hoje a Meta, que controla Facebook, Instagram e WhatsApp, acusando-a de as suas redes sociais Instagram e Facebook criarem dependência e serem prejudiciais para as crianças.

© D.R.

Esta ação é a iniciativa mais relevante de autoridades estaduais norte-americanas para travar o impacto das redes sociais na saúde mental dos menores e obrigar a Meta a mudar as características das suas redes, pelo perigo que dizem representar para os utilizadores mais jovens.

Um total de 33 Estados, entre os quais Colorado e Califórnia, apresentou um processo conjunto no tribunal federal do Distrito Norte da California, encantos outros procuradores-gerais de Washington D.C. e de outros oito Estados apresentaram queixas separadas m tribunais federais, estaduais ou locais.

A quantidade de queixas radica em uma investigação feita em 2021 sobre as maneiras diferentes como o conglomerado tecnológico contribuiu para os problemas de saúde mental entre os jovens.

Em 2021, o The Wall Street Journal publicou uma reportagem, elaborada com informação interna, sobre como a Instagram piorava a perceção entre os utilizadores, em particular meninas e adolescentes, sobre os respetivos corpos, e realçou que a empresa estava ciente disto.

Desde então, alguns Estados, como o Arcansas ou o Utah, aprovaram leis que proíbem o acesso de crianças com menos de 13 anos às redes sociais e exigem que os adolescentes menores de 18 anos tenham o consentimento dos pais para aceder aos sítios.

A Califórnia aprovou leis que exigem que as empresas tecnológicas examinem as suas plataformas para procurarem possíveis riscos e problemas.

Agência Lusa

Agência Lusa

Folha Nacional

Ficha Técnica

Estatuto Editorial

Contactos

Receba o Folha Nacional no seu e-mail

© 2023 Folha Nacional, Todos os Direitos Reservados